A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Cosan confirma doação, mas não reconhece violação de norma trabalhista

SÃO PAULO – A Cosan confirmou hoje que fará doações no valor de R$ 909 mil a entidades assistenciais de Piracicaba e Capivari como alternativa a uma multa do Ministério Público do Trabalho. No entanto, a empresa sucroalcooleira diz que o acordo não significa o reconhecimento de violação das normas de trabalho. "A companhia realizará as doações no prazo acordado, em linha com as necessidades das instituições atendidas", diz a empresa sucroalcooleira em nota. A doação – que atenderá a 23 entidades assistenciais em 60 dias (o prazo pode ser prorrogado) – foi definida como alternativa a uma penalidade por descumprimento parcial do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que a Cosan se compromete a regularizar as relações trabalhistas e do meio ambiente de trabalho no corte de cana-de-açúcar. De acordo com a Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região, uma fiscalização flagrou a violação de parte do TAC em propriedades na região de Piracicaba. A Cosan informa que tem mantido negociações com o Ministério do Trabalho referentes ao Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado em 2006.

SÃO PAULO – A Cosan confirmou hoje que fará doações no valor de R$ 909 mil a entidades assistenciais de Piracicaba e Capivari como alternativa a uma multa do Ministério Público do Trabalho. No entanto, a empresa sucroalcooleira diz que o acordo não significa o reconhecimento de violação das normas de trabalho.

"A companhia realizará as doações no prazo acordado, em linha com as necessidades das instituições atendidas", diz a empresa sucroalcooleira em nota. A doação – que atenderá a 23 entidades assistenciais em 60 dias (o prazo pode ser prorrogado) – foi definida como alternativa a uma penalidade por descumprimento parcial do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que a Cosan se compromete a regularizar as relações trabalhistas e do meio ambiente de trabalho no corte de cana-de-açúcar. De acordo com a Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região, uma fiscalização flagrou a violação de parte do TAC em propriedades na região de Piracicaba.

A Cosan informa que tem mantido negociações com o Ministério do Trabalho referentes ao Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado em 2006.


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *