A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

2ª Conferência Estadual do Trabalho Decente começa dia 27

Incentivo fiscal às empresas que trabalham com reciclagem, campanhas de mobilização e de conscientização para prevenir e combater o trabalho escravo e ampliação de cursos de qualificação para o trabalhador doméstico. Estas são algumas das propostas a serem apresentadas e discutidas na 2ª Conferência Estadual do Trabalho Decente, na próxima quinta (27) e sexta-feira (28), no Hotel Sol Bahia, no bairro de Patamares, em Salvador. São esperadas 400 pessoas no encontro. As propostas são resultados das seis Plenárias Regionais realizadas entre os dias 28 de abril e 11 de maio, nos municípios de Itabuna, Feira de Santana, Barreiras, São Sebastião do Passé, Juazeiro e Vitória da Conquista. "Cerca de 900 pessoas participaram das etapas regionais. O objetivo desses encontros, além de levar o conceito do Trabalho Decente ao interior do estado, foi apresentar e discutir a realidade local dos eixos prioritários da Agenda Bahia do Trabalho Decente", ressalta o secretário do Trabalho, Nilton Vasconcelos. A 2ª Conferência Estadual do Trabalho Decente tem como temas gerais a implantação do Programa Bahia do Trabalho Decente, a efetividade do diálogo social tripartite (governo, empregados e empregadores) e a transversalidade do Trabalho Decente nas políticas públicas estaduais. Durante o evento, cada eixo prioritário da Agenda Bahia – Erradicação do Trabalho Escravo, Erradicação do Trabalho Infantil, Segurança e Saúde do Trabalhador, Promoção da Igualdade, Serviço Público, Juventude, Trabalho Doméstico e Empregos Verdes – será debatido integralmente.

Incentivo fiscal às empresas que trabalham com reciclagem, campanhas de mobilização e de conscientização para prevenir e combater o trabalho escravo e ampliação de cursos de qualificação para o trabalhador doméstico. Estas são algumas das propostas a serem apresentadas e discutidas na 2ª Conferência Estadual do Trabalho Decente, na próxima quinta (27) e sexta-feira (28), no Hotel Sol Bahia, no bairro de Patamares, em Salvador. São esperadas 400 pessoas no encontro.

As propostas são resultados das seis Plenárias Regionais realizadas entre os dias 28 de abril e 11 de maio, nos municípios de Itabuna, Feira de Santana, Barreiras, São Sebastião do Passé, Juazeiro e Vitória da Conquista. "Cerca de 900 pessoas participaram das etapas regionais. O objetivo desses encontros, além de levar o conceito do Trabalho Decente ao interior do estado, foi apresentar e discutir a realidade local dos eixos prioritários da Agenda Bahia do Trabalho Decente", ressalta o secretário do Trabalho, Nilton Vasconcelos.

A 2ª Conferência Estadual do Trabalho Decente tem como temas gerais a implantação do Programa Bahia do Trabalho Decente, a efetividade do diálogo social tripartite (governo, empregados e empregadores) e a transversalidade do Trabalho Decente nas políticas públicas estaduais. Durante o evento, cada eixo prioritário da Agenda Bahia – Erradicação do Trabalho Escravo, Erradicação do Trabalho Infantil, Segurança e Saúde do Trabalhador, Promoção da Igualdade, Serviço Público, Juventude, Trabalho Doméstico e Empregos Verdes – será debatido integralmente.


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *