A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Ruralistas querem desmontar Código Florestal até junho

A bancada ruralista segue tramitando as alterações no Código Florestal que podem por fim a diversas proteções ambientais hoje vigentes na lei brasileira. As flexibilizações exigidas pelos representantes do agronegócio estão sendo analisadas numa comissão especial, que deverá terminar seu trabalho no mês que vem. Até junho, prevê-se que as mudanças vão à votação. Basicamente, os ruralistas querem aumentar as permissões de uso da terra para agropecuária, alegando que não há mais para onde expandir sua atividade. Uma das propostas é reduzir as reservas legais, que hoje são de 80% por imóvel rural na Amazônia, 35% por imóvel no Cerrado e 20% no restante do país. Outra proposta é a revisão das Áreas de Preservação Permanente, como beiras de rio e topos de morro. Medidas como esta geram muitos problemas ambientais. Por isso a luta dos ruralistas contra as leis ambientais nacionais têm forte combate de grande parte da sociedade organizada.  

A bancada ruralista segue tramitando as alterações no Código Florestal que podem por fim a diversas proteções ambientais hoje vigentes na lei brasileira.

As flexibilizações exigidas pelos representantes do agronegócio estão sendo analisadas numa comissão especial, que deverá terminar seu trabalho no mês que vem.

Até junho, prevê-se que as mudanças vão à votação. Basicamente, os ruralistas querem aumentar as permissões de uso da terra para agropecuária, alegando que não há mais para onde expandir sua atividade.

Uma das propostas é reduzir as reservas legais, que hoje são de 80% por imóvel rural na Amazônia, 35% por imóvel no Cerrado e 20% no restante do país.

Outra proposta é a revisão das Áreas de Preservação Permanente, como beiras de rio e topos de morro.

Medidas como esta geram muitos problemas ambientais. Por isso a luta dos ruralistas contra as leis ambientais nacionais têm forte combate de grande parte da sociedade organizada.

 


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *