A Repórter Brasil está sob censura judicial desde o dia 9 de outubro de 2015. Saiba mais.

Repórter Brasil e CPT ganham prêmio de combate à escravidão

A cerimônia de premiação acontecerá em Los Angeles, no dia 15 de setembro. Organizações e personalidades de 30 países concorreram ao Freedom Awards, que tem o objetivo de dar visibilidade à luta contra esse crime

A Repórter Brasil e a Comissão Pastoral da Terra estão entre as entidades ganhadoras do "Freedom Awards 2008", prêmio internacional inédito, concedido este ano por uma principais organizações mundiais na luta contra a escravidão contemporânea, a Free the Slaves, dos Estados Unidos.

Além das entidades brasileiras, entre os demais premiados estão o projeto Friends of Orphans, de Uganda – que auxilia na reintegração social de crianças e jovens recrutados como soldados na guerra civil do país -, e os ativistas James K. Annan, de Gana – que trabalhou como escravo quando criança na pesca e hoje ajuda a resgatar e proteger crianças em situação de vulnerabilidade -, e Amihan Abueva, das Filipinas, que trabalha no combate à exploração sexual e tráfico de crianças.

A cerimônia de premiação acontecerá em Los Angeles, no dia 15 de setembro. O arcebispo sul-africano Desmond Tutu, ganhador do Prêmio Nobel da Paz, estará entre as personalidades que entregarão os prêmios aos vencedores.

Organizações e militantes do movimento anti-escravagista de 30 países foram indicados ao Freedom Awards, que é co-patrocinado pela John Templeton Foundation. Os vencedores recebem prêmio em dinheiro para aplicarem em seus projetos, além de auxílio na divulgação internacional de seus trabalhos.

"Nós queremos mostrar ao mundo que a mudança é possível, e sublinhar o trabalho abnegado que esses indivíduos estão fazendo para livrar o mundo da escravidão é um bom lugar para se começar", diz Jolene Smith, co-fundadora da Free the Slaves, no comunicado oficial sobre o anúncio dos premiados. "Se há muito trabalho ainda a ser realizado, há também muitas histórias não contadas de sobrevivência e esperança, e o Freedom Awards será um espaço maravilhoso para celebrar os progressos que vêm sendo feitos."

A Free the Slaves surgiu a partir das pesquisas do sociólogo Kevin Bales, autor do livro Disposable People: New Slavery in the Global Economy (Pessoas Descartáveis: Nova Escravidão na Economia Global), obra indicada ao Prêmio Pulitzer em 1999. É também vinculada à Anti-Slavery Internacional, a mais antiga entidade dedicada aos direitos humanos no mundo.

Mais detalhes sobre o prêmio estão disponíveis em www.thefreedomawards.com


Apoie a Repórter Brasil

saiba como

6 Comentários

  1. Elenice Oliveira

    Parabéns a Repórter Brasil, e a CPT. O trabalho escravo no Brasil é uma vergonha, um atraso e uma indignidade.Combatê-lo denunciando e exigi r do Estado atuação para que esta situação seja eliminda de nossa sociedade , é atuar em defesa dos Direitos da Pessoa Humana, da liberdade, da vida e da justiça.
    Parabéns Leonardo Sakamotonós estamos com voce. Há de chegar o dia que a abolição no Brasil será para todos.

    Responder
  2. Marinalva

    Fiquei orgulhosa. Conhecendo as duas entidades e sendo testemunha da lisura, coragem e consciência social de seus integrantes, só posso comemorar tal reconhecimento. Outros prêmios virão, com ceteza.

    Responder
  3. Maíra Termero

    Puxa, parabéns!!!

    Responder
  4. Socorro Meireles

    Fico muito feliz, não por a premiação em si, mas pela oportunidade de lançar eco para o mundo dessa incansável luta contra trabalho escravo no nosso país. É inacreditável que a sociedade brasileira possa tolerar esse tipo de crime.
    Parabéns CPT e Sakamoto,que esta premiação dê cada vez mais gás para lutar contra essa gente tão poderosa.

    Responder
  5. Lucinda Rolnic Rodrigues

    Não se quebra grilhões de muitos séculos, a tarefa é de persistência e vigilância para desgastar o mal, e ser humano, não é chorar ao contemplar os desventurados e nem impassível com o pretexto de não interferir com a Justiça. ´Todo homem é socorrido pelo homem e toda palavra e ação em seu tempo certo é como “colher uma maçã de ouro em um cesto de prata”. Parabéns!

    Responder
  6. Sandra Grilo

    Parabéns a essa duas instituições: Repórter Brasil e Comissão Pastoral da Terra por estarem entre as entidades ganhadoras do “Freedom Awards 2008”, prêmio internacional concedido pela luta contra a escravidão contemporânea. Especialmente a Repórter Brasil e o seu idealizador Sakamoto devem ser reconhecidos por esta luta… Parabéns.

    Responder

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *